9 Estratégias para você implementar no seu comércio eletrônico

9 Estrategias de comercio eletronico para voce implementar na sua loja on line

Sabemos que uma estratégia detalhada e bem planejada de marketing no ambiente digital precisa contar com fatores que caso não sejam levados em consideração podem afetar além das suas vendas, sua marca e percepção do resultado de compra do seu serviço ou produto.

Quando você confia no “marketing baseado na sorte”, você corre o risco de perder dinheiro, tempo e esforço porque nada é estratégico, tudo é feito baseado em emoção.

Separei algumas ideias primordiais que você pode implementar na sua estratégia de marketing para comércio eletrônico.

1. Redija um resumo de ações a serem executadas

Escrever um resumo de ações digamos que é tanto o primeiro como o último passo na criação de um plano de marketing. Como o próprio nome sugere, ele irá resumir – ou seja, catalogar, alinhar e reunir – todas as outras seções do documento, bem como fornecer a você, seus funcionários, investidores (potenciais), uma maneira fácil de entender e implementar a visão geral da estratégia.

2. Identifique seus objetivos

É aqui que você prepara toda energia e prioridades de forma ampla sobre o que suas atividades de marketing irão se concentrar.  

  • Penetrar ou criar um mercado
  • Atuar ativamente com possíveis clientes que já seguem outra marca
  • Expansão da distribuição do produto (on ou offline)
  • Lançando um novo produto ou linha de produtos

Vamos pensar juntos: se o objetivo da sua empresa é aumentar a receita, qual objetivo de marketing conseguirá isso? Adicionando mais clientes? Aumentar os clientes recorrentes? Investimento mais elevado?

À medida que você define seus objetivos, use números reais de forma que consiga visualizar como planeja atingir o objetivo.

Se o objetivo é “Crescer a receita em 25% a cada trimestre”, seus objetivos podem ser:

  • Adicione 50-60 novos clientes / mês
  • Aumente as compras repetidas em 10%
  • Aumento da média total de cada pedidos em 15%

Não se preocupe em entrar no “como” ainda, mas sim deixar este resumo preparar o cenário para o resto da sua estratégia de marketing de comércio eletrônico. À medida que você prepara as próximas seções, você irá construir o argumento para o motivo pelo qual o mercado será receptivo com sua presença e como atingir esses objetivos de forma tática.

3. Missão e Proposta de Valor

Isso geralmente é um parágrafo finamente aprimorado que considera o seguinte:

Visão da empresa

  • Por que estamos no negócio?
  • Que mercados servimos e por quê?
  • Quais são os principais benefícios que oferecemos aos nossos clientes?
  • O que a empresa quer provar para a indústria, clientes, parceiros, etc.?
  • Qual é a filosofia geral para fazer negócios?
  • Quais os produtos / serviços que a empresa oferece?
  • História da Empresa
  • Quando e onde foi fundada a empresa?
  • Por que começou?
  • Como o nosso produto evoluiu?

Recursos e Competências

  • Em que estamos bem?
  • O que é especial sobre nós em comparação com concorrentes atuais e futuros? (não há necessidade de nomear nomes)
  • O que nos dá uma vantagem competitiva?
  • Quais são as nossas vantagens em termos de pessoas, produtos, finanças, técnicas, cadeia de suprimentos, etc.?

Nem todas essas coisas precisam entrar na declaração da missão, é claro, mas ter consciência de cada um desses elementos pode ajudá-lo a escolher o que é mais importante para a empresa.

4. Acertar os clientes e mercado certo

Nesta seção da estratégia de marketing, detalhe tudo o que puder sobre seu público alvo ou grupos de clientes.

Isso inclui qualquer dados demográficos relevantes do cliente:

  • Gênero
  • Localização geográfica
  • Renda
  • Poder de compra
  • Situação familiar
  • Ou qualquer outro dado quantificável

A seção de clientes-alvo também deve incluir informações relevantes de perfil como:

  • Hobbies
  • Livros
  • Filmes
  • Sites
  • Estilo de vida
  • Shows de televisão
  • Revistas

Tudo isso influenciará uma ampla gama de áreas em seu negócio, incluindo posicionamento de marca, publicidade criativa, anúncios, mercados locais que você deseja penetrar e muito mais.

Ser capaz de identificar mais claramente o seu mercado-alvo irá ajudá-lo a “falar a lingua” dos potenciais clientes e obter um maior retorno do seu investimento.

Ao avaliar o seu mercado alvo, tente responder às seguintes questões:

  • Quais são as necessidades / benefícios procurados pelo mercado em geral?
  • Quem usa o produto?
  • Por que eles usam o produto?
  • Quando eles usam o produto?
  • Como o produto é usado?

Você também deve usar esta seção para discutir como os clientes percebem seu produto em relação aos produtos do concorrente ou as outras soluções que eles usam para resolver o mesmo problema.

Quais são suas atitudes em relação à sua empresa e à categoria geral de produtos que você atende?

Descreva também seu processo de compras:

  • O que o processo de tomada de decisão envolve?
  • Que fontes de informação eles procuram?
  • Qual é a linha de tempo para sua compra?
  • Quem realmente faz a compra?
  • Quem ou o que influencia a compra?

5. Realizar uma Análise Situacional

Esta seção, em particular, pode levar uma quantidade considerável de tempo, pois examina vários níveis de sua empresa, seu mercado, onde você está e como seus concorrentes estão fazendo.

Se você estiver executando um negócio estabelecido, é aqui que você faz o inventário do que está funcionando atualmente e o que não é. Para empresas novas, esta é a pesquisa que irá ajudá-lo a entender o mercado em que você está entrando.

Isso inclui uma análise das seguintes áreas:

Produtos atuais

Atributos do produto

Quais são as principais características dos produtos e os principais benefícios recebidos por aqueles que utilizam o produto, estratégias de branding atuais, etc. – Se você estiver vendendo o mesmo produto que outros varejistas, como você posiciona o produto categoria e os benefícios de comprar de você em vez de todos os outros.

Preços

Descreva o preço utilizado em todos os níveis de distribuição, incluindo o preço para usuários finais, compradores por atacado, incentivos oferecidos, descontos, etc.

Distribuição

Fale sobre as várias formas como o produto é acessível aos usuários finais, incluindo os canais usados, os principais benefícios recebidos pelos distribuidores, como os produtos são enviados, processo para o gerenciamento de pedidos.

Promoção

Descreva as estratégias e táticas promocionais em termos de publicidade, promoções de vendas, vendas pessoais, relações públicas e como o produto está atualmente posicionado no mercado.

Faça um inventário das promoções que excederam as expectativas no ano anterior e que não realizaram as expectativas. Inclua números difíceis quando possível.

Serviços oferecidos

Discuta os diversos serviços oferecidos aos usuários finais e distribuidores antes, durante e após a venda.

Inclua desempenho e / ou métricas de uso de cada serviço e impacto que teve.

Redes de Distribuidores

Avalie como o produto da sua empresa está atualmente (ou será) distribuído.

Isso inclui seu próprio site, qualquer mercado de terceiros que você possa vender, varejistas físicos, lojas físicas, afiliados, referências de clientes existentes, etc.

Para o seu próprio site, vale a pena também identificar quais fontes de tráfego trouxeram a maioria das vendas no passado (ou seja, Adwords, anúncios do Facebook, Pesquisa orgânica, etc.).

Liste cada um dos canais da cadeia de suprimentos e forneça uma visão geral de seu desempenho.

Certifique-se de incluir as necessidades / benefícios procurados pelos distribuidores. Isso pode incluir taxas de referência em sites como Amazon, Mercado LIvres, Google Shopping ou a necessidade de promoção conjunta com um revendedor físico.

Análise de Competição

É aqui que você examinará seus principais concorrentes que atendem o mesmo mercado-alvo.

Você quer analisar concorrentes diretos:

  • Mercados alvo servidos
  • Atributos do produto
  • Preços
  • Promoção
  • Rede de Distribuição e Distribuição
  • Serviços oferecidos
  • Você também quer discutir seus pontos fortes e fracos, incluindo
  • Situação financeira
  • Percepção do mercado alvo

Também pode ser uma boa idéia fornecer uma análise SWOT sobre seus concorrentes para fornecer uma visão geral de suas Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças.

Condição financeira atual

O uso de gráficos, tabelas e gráficos junto com um breve parágrafo explicando o que você está procurando será inestimável para tornar a informação fácil de digerir.

Análise de vendas atual

  • Vendas
  • Total para os produtos da sua empresa
  • Por segmentos / categorias de produtos:
  • Total para segmentos / categorias de produtos
  • Total para competição
  • Por canal de distribuição:
  • Total para cada canal
  • Total para o produto da empresa por canal
  • Total para competição por canal
  • Por região geográfica:
  • Total para cada região
  • Total para produtos da empresa por região
  • Total para competição por região
  • Análise de lucro

Além da análise de vendas, você quer analisar a forma como suas despesas impactaram essas vendas e identificar as áreas onde você deve reduzir ou dobrar.

Despesas de marketing

Direto: aqueles que podem ser amarrados de volta ao produto. (ou seja, gastar anúncios, gastar em ativos criativos, etc.)

Indireta: despesas ligadas imposto e tecnologia

O objetivo é que você avalie se determinados canais, mercados, regiões geográficas, etc., valem a pena avançar.

Para planos altamente detalhados, isso pode ser dividido em produtos individuais ou categorias de produtos.

Forças externas

Estas são as áreas em que você não possui controle sobre isso (positivo ou negativo). Isso poderia incluir tendências de produtos, desastres naturais, sazonalidade, etc.

Outras áreas a serem consideradas são:

  • Cultura social
  • Mudanças demográficas
  • Considerações econômicas (por exemplo, queda no mercado imobiliário, aumento do preço do petróleo)
  • Tecnológica
  • Política
  • Clima
  • Legal, regulamentar, ético

Estar preparado para fatores externos pode levar a grandes oportunidades. Pense: ter pás de neve suficientes nas prateleiras durante uma tempestade de neve, ou ter suprimentos médicos suficientes durante um desastre natural, ou ter um protocolo em vigor para futuras mudanças regulatórias dentro de uma indústria.

Estar preparado para forças externas é onde uma empresa pode pegar seus concorrentes dormindo.

Resumo da Análise Situacional

É bom fornecer um resumo de tudo sobre o que você acabou de falar.

Discuta as oportunidades que podem surgir como resultado de qualquer desses fatores, sobre o que você gostaria de gastar mais e onde você deve gastar menos.

6. Desenvolver uma estratégia de preços e posicionamento

Nesta seção de sua estratégia de marketing, detalhe o posicionamento que você deseja no seu segmento de mercado e como seu preço irá surtir efeito.

Usando a informação que você coletou em sua análise situacional, o preço provavelmente precisará ser ajustado pelo canal de distribuição, posicionamento do concorrente, região geográfica, e assim por diante.

Os preços nos canais que você possui não devem também ser excessivamente competitivos com os parceiros de distribuição que vendem o mesmo produto. Se você estiver vendendo por 20% menos do que um parceiro altamente visível, por exemplo, você poderia arriscar-se a perturbar o parceiro e a perder sua distribuição.

Ao discutir o posicionamento, você também pode querer discutir brevemente como você deseja posicionar seu produto com seus parceiros de distribuição existentes .

Você desenvolve linhas de produtos exclusivas com distribuidores específicos? Você incluirá bônus especiais para os clientes que compram através desse parceiro?

Amarre todos esses ajustes e mudanças em números reais e como ele afeta a todo processo.

Faça isso mostrando o impacto de:

  • Vendas de clientes
  • Por volume e porcentagem de crescimento
  • Por segmentos de clientes
  • Vendas de canais
  • Por volume e porcentagem de crescimento
  • Por canal

Além disso, mostre as margens associadas com o trabalho com cada canal e as mudanças potencialmente lucrativas de preço / posicionamento serão.

Como isso se relaciona especificamente com seus canais existentes, o objetivo é mostrar como essas mudanças serão atribuídas aos objetivos descritos acima.

7. Otimize seu Plano de Distribuição e Ação

É aqui que você detalha como e onde os clientes irão comprar de você.

A compra é diretamente através de você? Eles estão comprando de outros varejistas e distribuidores? Você está trabalhando com lojas físicas ou vendendo pessoalmente?

Se você está trabalhando em grande escala, vale a pena organizar seus pontos de toque de distribuição em várias regiões.

Certifique-se de incluir todos os canais possíveis que deseja explorar, incluindo, entre outros:

  • Parcerias
  • SEO
  • Facebook
  • Linkedin
  • Referência
  • Afiliado
  • PPC
  • Rádio
  • Televisão
  • Blogs

8. Construa uma Estratégia de Conversão

Depois de levar as pessoas ao seu site, como você planeja convertê-los em clientes pagantes?

  • Melhorando a descrição das vendas, anúncios
  • Fotografia de alta qualidade
  • Testemunhos

A otimização de conversão é um processo contínuo que é muito abrangente. No entanto, se você estiver fornecendo uma visão geral aqui, bom ponto de partida é ter um documento separado para trabalhar á parte com essas informações e otimizá-las.

9. Detalhe uma estratégia para aumentar as encomendas

Detalhe como você ganhará mais receita por cliente. Isso poderia incluir o uso de:

  • Limites de envio gratuitos
  • Programas de fidelidade
  • Serviços de assinatura
  • Vendas Relâmpago
  • Lançamentos de produtos exclusivos
  • Descontos rápidos e códigos de cupom

À medida que você progride ao longo do ano, trabalhe e otimize esse documento para rastrear o sucesso / falha de certas ações. Você irá superar suas próprias expectativas e terá mais previsibilidade. Tudo vai facilitar para que você possa estabelecer um processo mais assertivo e com possibilidades de crescimento de forma escalável.

E caso você ainda tenha dúvidas na criação e definição dessa metodologia para implementação seja no seu produto, negócio, serviço, terei um imenso prazer em te ouvir e discutirmos juntos.  

Assine nossa newsletter e fique por dentro de mais dicas para você otimizar e pensar cada vez mais estratégico para seu negócio, produto ou serviço.